Visitando as feirinhas de Buenos Aires – Viagem para Argentina #6

894

Domingão é dia de ir na feira, tomar caldo de cana com pastel e comprar salada pra semana. Em Buenos Aires também é dia de feirinha, mas lá é de artesanato. Um dos programas que a Pqna Dai mais adora quando visita algum lugar diferente.

A primeira que fomos é a Feira de San Telmo, que leva esse nome pelo bairro que se encontra e está próxima ao centro. Apesar de ser próximo de onde estávamos hospedados, preferimos ir de ônibus para evitar a fadiga e ganhar tempo.

Essa é uma daquelas feirinhas que te empolga por ser bem longa e ter diversos tipos de produtos. Tá certo que muitas barracas eram repetidas, mas tinha artigos bem legais de decorações, utilitários para a cozinha e muitos, mas muitos cacarecos.

Os preços são bem variados, mas você consegue comprar muito presente legal por lá e não gasta muito dinheiro. Nas imagens você pode ver alguns preços e algumas das coisas que vimos.

>> Leia também: Dia de VIP Tour pela La Bombonera

Além disso, pudemos tirar fotos com a Mafalda e seus amigos, e o melhor de tudo: DE GRAÇA! Várias lojas na Argentina possuem a mesma boneca, porém eles acabam cobrando 150 a 200 pesos para que você possa tirar foto. Na feirinha, forma-se uma fila e você mesmo segue. Sem regras e sem pessoas cuidando. Apenas o bom senso! E funcionava super bem.

FEIRA DA RECOLETA

Depois do almoço fomos até o bairro da Recoleta para visitar outra feirinha. Esta parecia não ser muito grande, porém nos surpreendemos quando chegamos lá. Eram várias barracas que contornavam a rua. Não nos empolgamos muito pois os artigos vendidos por lá eram focados na parte mais artística, como pinturas, telas, alguns tipos de vestuários, entre outros.

A feirinha acontece ao lado de um cemitério. Este virou um ponto turístico também, devido ser o local onde celebridade políticas, escritores, médicos, artistas e personalidades que ganharam o prêmio Nobel foram sepultados. Fizemos uma breve passagem, mas sem procurar por algum túmulo específico.

FLORALIS GENERICA

Cerca de 10 minutos da feirinha é possível chegar a outra obra de arte marcante em Buenos Aires, a Floralis Generica. Ela ao centro da Plaza Naciones Unidas, um local que reúne muitas famílias com seus filhos e cachorros. A praça exalava lazer e tranquilidade. Com certeza uma boa indicação para quem busca descansar e aproveitar o fim de semana.

CAFÉ TORTONI

Um dos destinos mais recomendados pelos turistas é o Café Tortoni. Os relatos das longas filas de espera e de seus pratos nos deixaram muito curiosos. Acordamos cedo e logo partimos para que pudéssemos tomar nosso café da manhã diferenciado.

Era 8h30 e já estávamos em frente ao café, com uma aparência bastante tradicionalista e um charme que nos deixou com medo de ser algo caro. Entramos para conferir o cardápio e nos surpreendemos positivamente. Havia uma variedade imensa de opções por um preço muito interessante.

Nosso pedido era um “pacote” de café da manhã, o qual viria dois sanduíches tostados de presunto e queijo, café com leite, suco de laranja e uma torta. O suficiente para que ficássemos muito satisfeitos. Porém, durante a nossa refeição, Pqna Dai citou que ali também havia o típico churros com doce de leite argentino. Não pudemos negar e fomos experimentar.

Diferente dos nossos churros do Brasil, ele vem com o recheio de doce de leite em um potinho separo onde poderíamos colocar o quanto quiséssemos de recheio. Pqna Dai, como uma grande apreciadora de doce de leite, entrou em êxtase de tanta felicidade.

Na próxima semana vamos falar sobre o Jardim Botânico, Jardim Japonês, Rosedal e mais!
Não percam e não se esqueçam de se inscrever no nosso canal do Youtube, para ver tudo isso em primeira mão!

A gente se vê na próxima semana. Um grande beijo e abraço a todos vocês e… TCHAU!

1 comentário

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
Insira seu nome