Mulher: símbolo de força, não fragilidade

0
185

Quem nunca ouviu falar que mulher é sexo frágil? Nós discordamos. Um ser que carrega nos ombros o preconceito e o machismo, no ventre uma vida, no coração o amor e nas rugas uma vida inteira, não pode ser chamado de frágil, mas de forte e guerreira.

Hoje é o dia daquela que preenche a vida de muitos homens. Que, por vezes, cria um filho sozinha, pois não houveram companheiros capazes de serem fortes o suficiente para superar as dificuldades de educar uma vida. É dia daquela que trabalha fora, cuida de uma casa, de um relacionamento e ainda arruma tempo para cuidar de si mesma. Alguém frágil faria tudo isso? Temos certeza que não.

Hoje é o dia daquela que ama sem medidas e entrega sua vida, se preciso for, em nome do amor. Que mesmo sentindo dor ou estando triste, coloca um sorriso nos lábios para não ver sofrer e poder agradar quem tanto ama. Aquela que se doa pelo companheiro e pela família, pois vê na felicidade deles a própria felicidade.

Muitas vezes, a mulher tem que ser surda e cega. Surda para as palavras que saem da boca de machistas ou pessoas grosseiras e sem escrúpulos e cega perante aqueles que têm atos e gestos rudes em sua direção.

A mulher, mesmo fraca é forte, pois tem a habilidade de dividir o fardo com o próximo e instantes depois já está pronta para mais uma batalha. Chora sim, mas cada lágrima que cai só faz renovar a força que tem em seu interior. Simplesmente, mulher.

Deixamos aqui nosso parabéns á todas as mulheres. Que cada vez mais o respeito esteja ao favor de todos. Parabéns por sua força!!!

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
Insira seu nome