Estudo comprova que os casamentos que duram mais dependem de 2 pontos básicos

1
120
Couple sitting on sofa with arms folded, looking angry

Um estudo realizado pelo casal de psicólogos John Gottman e Julie Gottman, apontou que para um casamento ser duradouro e sadio existem 2 pontos básicos que devem ser vivenciados no dia a dia de cada casal.

Todo ano existem milhares de pessoas que se casam, mas infelizmente, uma grande parcela desses casais acabam pedindo divórcio pouco tempo depois, pela falta de entendimento na vida a dois. Pensando nisso, John e Julie fizeram um estudo para entender o sucesso ou fracasso de um casamento.

Ao final do estudo eles obtiveram uma conclusão que parece óbvia, mas é ignorada por muitos casais. Segundo eles, os 2 pontos básicos que movem um relacionamento são a generosidade e bondade entre o casal.

Para chegar a essa conclusão, eles criaram o “The Lab Love” (O Laboratório do Amor) e levaram 130 casais para passar um dia sendo avaliados em atividades cotidianas, como cozinhar, limpar e comer enquanto eram analisados por cientistas sociais. Ao final, os casais foram classificados entre “mestres e desastres”.

Imagem: Reprodução Site The Fashionable Housewife
Imagem: Reprodução Site The Fashionable Housewife

Após 6 anos, os casais foram chamados novamente para uma conversa. Os que foram classificados como “mestres” ainda estavam juntos, e os “desastres” já tinha se divorciado, ou alegavam que estavam infelizes com a relação.

O que os avaliadores tinham julgado na classificação dos dois grupos, era a forma como o casal se portava um com o outro em termos de generosidade e bondade. Atos simples como responder a perguntas rotineiras com agressividade ou com generosidade afeta o futuro e a qualidade do seu relacionamento, além de demonstrar interesse pelos assuntos e afinidades do parceiro.

A conclusão vai muito além da velha desculpa de estar cansado, com falta de tempo ou ocupado. Isso na verdade representa a falta de interesse e mostra que o outro aprecia não tem importância.

No dia a dia temos sempre a escolha de duas respostas: ser gentil ou ríspido. Os “mestres” escolhiam a primeira opção, enquanto que os “desastres” a segunda. Ser gentil aproxima o casal e demonstra interesse pelas questões emocionais do outro e cria uma conexão forte entre os dois, enquanto ser ríspido e agressivo, só afasta cada vez mais.

Tudo depende da forma como você irá responder ao parceiro. Se escolherá ser sempre ser ríspido e ver somente os defeitos, ou se preocupará em ver todo o contexto e ser positivo, gentil e ver o que o outro faz de bom. A questão não é fazer uma baita surpresa no aniversário e casamento, mas sim apresentar doses diárias de generosidade e bondade.

Um exemplo simples é: sua esposa(o) foi ao mercado e esqueceu de comprar seu creme dental, e comprou somente alimentos. Como você reage normalmente: ser agressivo(a) e reclamar do creme dental que ela(e) esqueceu ou agradecer pela comida que comprou? Pense bem nisso, pois sua escolha dirá que tipo de relacionamento você tem.

 

1 comentário

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
Insira seu nome