Home » Geral » Um pedido de perdão é mais valioso que um “eu te amo”

Um pedido de perdão é mais valioso que um “eu te amo”

Numa relação o pedido de perdão tem maior importância do que dizer “eu te amo”. Ele tem o poder de igualar as opiniões e selar uma briga não acabada.

Um pedido de perdão é mais valioso que um “eu te amo”

Um pedido de perdão é mais valioso que um “eu te amo”

Quando uma discussão chega e os ânimos se alteram, alguém sempre fala algo que fere muito o parceiro e no calor da briga, as palavras não são medidas e nem sempre um dos dois dá o braço a torcer para assumir algum erro. Quem jura estar certo, acaba sempre falando certas grosserias que o outro não deveria ser alvo para ter que escutar.

Ao final da briga, um sai chateado e arrependido por ter dito tudo o que NÃO precisava e o outro sai tão machucado por dentro, que é obrigado a fingir que está tudo bem para as coisas não ficarem ainda piores.

Quando o arrependimento é tão grande que envergonha tanto a pessoa e a deixa sem coragem de pedir desculpas é sinal de que o perdão é fundamental e as marcas que deixou no outro são muito maiores. Nessa hora, não importa quão grande seja o orgulho, pois não há relacionamento que sobreviva com tantos perdões não pedidos e concedidos.

Assumir um erro, olhar nos olhos de quem amamos e confessar que errou e está arrependido não é vergonhoso, é uma das virtudes mais belas de uma pessoa de caráter e de quem se preocupa com quem ama.

Dizer “eu te amo” é importante, mas qualquer um pode dizer, mas dizer “me perdoe” é somente para quem se importa e pensa no outro como o bem mais precioso que se tem.

Sobre Pqna Dai

Pqna Dai
Biotecnóloga / Especialista em cosmetologia, 23 anos. Pequena no tamanho, mas bem alta nos sonhos. Perfeccionista e detalhista, até não querer mais. Adora dançar e descobrir novos lugares para sair. Quase pediu o Frasco em casamento de tanto tempo que ficou esperando.

Um comentário

  1. Parabéns pela análise perfeita e totalmente em sintonia com a realidade. Gosto muito dos textos, sobretudo pela emoção como são escritos.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados são obrigatórios *

*