Comemos uma das melhores pizzas na China – Viagem pra China #19

264

Resumo em vídeo:
Como tínhamos muitos dias em Shanghai, e não iríamos viajar mais, resolvemos selecionar alguns pontos turísticos e andar em locais mais distantes do centro e da região do nosso hostel. Começamos indo conhecer um templo (que não lembramos mais o nome) mas que ficava na região conhecida como Veneza de Shanghai. Sem muitas informações a respeito nós chegamos próximo ao local e vimos que havia um portão fechado. Logo já ficamos imaginando que fomos no dia errado, igual na Cidade Proibida que fechava nas segundas feiras. Porém, vimos algumas pessoas ali dentro, então resolvemos dar a volta na quadra.

Na hora que chegamos em outro portão, vimos que estava escrito que ali era a saída, mas não tinha nenhuma placa indicando onde era a entrada. Foi então que reparamos que havia uma lojinha que estava dentro e fora daquele espaço, e vimos que era possível entrar através da lojinha. Fizemos isso, mas com um medo danado de estarmos errados e sermos chamados a atenção. O local estava vazio e junto conosco só havia uma mulher que parecia estar visitando o templo também. Andamos de um lado ao outro, conhecendo o local, mas tudo foi muito rápido, pois era pequeno.

Do lado de fora também pudemos ver um tanque cheio de peixes. Havia também uma criança que ficava brincando com os peixes, ou seria sacaneando os peixes? Eles pareciam famintos e o menino ficava colocando a mão dentro d’água e tirando, e os peixes com a boca aberta do lado de fora da água. Era até impressionante a audácia do garoto de ficar fazendo aquilo, hahaha.

Voltamos por um caminho que passava-se por cima de um rio. Havia muitos restaurantes por ali, com comidas que não imagino o que seja. As fotos a gente deixa a seguir. Sem nenhum pouco de vontade de experimentar tudo aquilo, só andamos tomando muito cuidado pois muitas motos e bicicletas passavam por nós em alta velocidade, na calçada mesmo.

Apesar de não estar com vontade de comer essas comidas, a gente estava com muita fome e planejando o que iríamos almoçar. Para ser um pouco diferente, resolvemos ir na Domino’s Pizza. Uma pizzaria que também existe no Brasil, inclusive em Curitiba, mas que nunca havíamos experimentado. Lá não tivemos tanta dificuldade em fazer o pedido e tivemos que aguardar uns 15 a 20 minutos para ficar pronto. Na tela eles vão dizendo o processo que está a nossa pizza.

Quando a pizza chegou foi uma surpresa mais que agradável, foi maravilhosa, foi deliciosa! Não lembro o nome do sabor, mas tinha milho, bacon e um creme que não soubemos identificar. A massa estava divina e não tivemos problemas em devorar ela toda, mesmo quando já estávamos cheios comendo mais da metade. Essa foi uma ótima experiência com pizza. Quero muito experimentar aqui de Curitiba.

Fomos rolando até o Carrefour que a Pqna Dai queria conhecer. Uma das coisas mais interessantes de se fazer em um país diferente é ir até o mercado. Ali você encontra diversos produtos diferentes, seja de forma, sabor, estilo ou característica, além do preço. Algumas marcas são bastante conhecidas, mas que possuem algo que é destinado ao gosto daquele país, então resolvemos ver o que tinha de diferente.

As roupas eram bem simples e com um preço razoável, mas nada nos chamou a atenção por causa da qualidade. Na parte de comida, pegamos apenas as batatinhas Lay’s e algumas bolachas tipo alfajor. A Pqna Dai se encantou muito com os utensílios de cozinha, onde não são apenas práticos, mas possuía uma decoração muito bonita e era muito barato. Nesse caso, o nosso problema foi a questão do espaço. Como só tínhamos metade da mochila livre e lá só se vende as sacolinhas plásticos, tivemos que nos virar para que coubesse tudo na mala.

Curiosidade do Carrefour da China: Assim como em todo lugar na China, os funcionários do mercado também usavam megafone. Cada um em sua sessão, então parecia uma feira livre no mercado. Inclusive ficava rolando várias brincadeiras entre eles, nada sobre as promoções e sim algo pessoal, pelo que dava a entender pelas suas ações.

Depois de feito as compras, tivemos que abrir a mala no chão do shopping pra organizar tudo, pois na hora de passar no caixa, a mulher simplesmente jogou nossas compras e tivemos que catar tudo de qualquer jeito para livrar para o próximo cliente. Foi nesse instante que reparamos que acabamos deixando no caixa uma Coca-Cola de cereja que iríamos experimentar. Pqna Dai voltou correndo lá, mas a nossa Coca não estava mais no caixa… Fazer o que né?

Na volta já estávamos bastante cansados e agora com a mochila cheia e só pensamos em voltar pro hostel para deixar as coisas e descansar um pouco. No final do dia aproveitamos pra ficar rodando na Nanjing Road e ver algumas ruas transversais. Acabamos encontrando mais uma feirinha com comidas diferenciadas.

Depois só passamos no McDonald’s para pegar o lanche nosso de todo dia e voltamos pro hostel para recarregar as baterias. Não deixe de acompanhar também nosso canal do youtube para ver todos vídeos da viagem e da nossa rotina. Acesse e inscreva-se em – www.casal.tv

 

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
Insira seu nome